sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Populações ribeirinhas da Baía do Iguape lutam contra prejuízos causados por barragem

Com a abertura da Barragem de Pedra do Cavalo muitos pescadores e marisqueiras estão perdendo sua principal fonte de renda. As principais queixas da população ribeirinha, são a morte de peixes e mariscos - devido ao desequilíbrio da salinidade da água -, que se acumulam com outros fatores, dentre eles o entulhamento do rio, com a descida de areia das cabeceiras. Em outros momentos, já foram registrados os desaparecimentos de várias espécies, principalmente, de ostras e surubim, devido a alteração da salinidade no ambiente estuarino.

Segundo técnicos das Votorantim, a abertura das comportas é uma medida preventiva para manter o nível da barragem em boas condições. Todavia, segundo Preto da Colônia (representante da Colônia Z-07 Maragogipe), o grande problema é que os pescadores e marisqueiras estão cobrando uma posição, principalmente, da RESEX Marinha Baía do Iguape. Duas colônias (Z-07 Maragogipe e a Z-52  Santiago do Iguape) entraram com ação para as autoridades na perspectiva de resolução deste problema.


VOCÊ SABIA? MARÉ VERMELHA
Em 2007, a abertura de comportas favoreceu a proliferação de algas. Um fenômeno que ficou conhecido como maré vermelha, que atingiu a Baía de Todos os Santos, pode ter sido causado pela abertura das comportas da barragem de Pedra do Cavalo em fevereiro deste ano. A hipótese é do professor do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e gerente de projetos da Fundação Ondazul, Ronan R.C. de Brito que explicou: Como os sedimentos do fundo da Barragem, que contém micronutrientes, teriam sido despejados na Baía de Todos os Santos, servindo de alimento natural para as algas, que proliferaram. Ainda de acordo com o especialista, as condições encontradas – maré calma, sol forte e temperaturas elevadas – teriam contribuído para o fenômeno.

HISTÓRICO DA BARRAGEM
A barragem Pedra do Cavalo foi construída pela Embasa e pelo Governo do Estado da Bahia, em 1985, com o objetivo de conter as enchentes que atingiam as cidades de Cachoeira e São Félix, além de se tornar importante fonte de água para a região metropolitana de Salvador - cerca de metade da água da região provém do rio Paraguaçu.

O Grupo Votorantim Energia lançou, em 09 de abril de 2005, a Usina Hidrelétrica de Pedra do Cavalo, com potência instalada de 160 MW através de duas unidades geradoras de 80 MW. O empreendimento, localizado entre os municípios de Governador Mangabeira e Cachoeira, a montante da RESEX Baía de Iguape (criada pelo Governo Federal em 2000), no rio Paraguaçu, fornece energia para abastecimento de Salvador e Região Metropolitana, microrregião de Feira de Santana e região fumageira.

A Votorantim recebeu seu aval para o funcionamento sem que tenha sido feita uma pesquisa aprofundada sobre os efeitos da mudança do fluxo de água no meio ambiente da região.


A obra prejudicou diretamente as populações ribeirinhas que habitam a região do rio posterior Barragem. Não foram feitas as devidas análises para avaliar como o funcionamento da hidrelétrica, e seu calendário próprio de represamento e liberação da água doce, afetariam a natureza da região.

A RESEX
A Reserva Extrativista Marinha da Baía do Iguape está localizada nos municípios baianos de Maragogipe e Cachoeira e ocupa uma área aproximada de 8.117,53 ha, dos quais 2.831,24 ha são terrenos de mangue e 5.286,29 ha são águas internas brasileiras. Parte da bacia do rio Paraguaçu é anexa à Baía de Todos os Santos. A Baía do Iguape é um grande lagamar bordado por manguezais extensos e em ótimo estado de conservação, tendo sido criada por decreto federal em agosto de 2000.

Declarada de interesse ecológico e social, a criação da Reserva tem por objetivo garantir a exploração autossustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis tradicionalmente utilizados pelos habitantes locais. No caso da Baía de Iguape, pescadores e marisqueiros são responsáveis por uma produção artesanal voltada para uso interno e comércio com Salvador.

Segundo Catherine Prost: Além da pesca e da mariscagem artesanais, há entre algumas comunidades quilombolas existentes na Resex relações de trabalho em torno da agricultura familiar de subsistência e da pesca e mariscagem também para subsistência: Santiago de Iguape, São Francisco do Paraguaçu, Calolé, Engenho da Pedra, entre outras. Elas se diferem neste sentido das comunidades do lado oeste da baía (a sede municipal de Maragogipe e os distritos de Nagé, Coqueiros e São Roque), mais voltadas para a comercialização do pescado e sem práticas voltadas para a agricultura familiar.
Fonte: Blog do Zevaldo

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Na Sombra do Poder: Os dorminhocos da Alba

 
O ritmo parece ser ainda de férias na Assembleia Legislativa da Bahia O longo discurso do governador Rui Costa na reabertura dos trabalhos da Casa, na última segunda-feira (3) deu uma canseira só em todos que acompanharam a cerimônia. Durante as duas horas que passou discursando só se via deputados bocejando, muitos cochilando e outros impacientes. Não foi diferente com os assessores da Casa que precisaram ocupar as cadeiras dos parlamentares para ‘encherem’ o plenário. 
Fonte: Bocão News

Lídice afirma que PSB aumentará sua bancada na Assembleia Legislativa

Não só dos deputados Manasses e Fabíola Mansur deve ficar a bancada do PSB na Assembleia Legislativa. A senadora Lídice da Mata, na noite desta quarta-feira (3), em conversa com o Bocão News, confirmou que a bancada socialista na Casa terá um aumento do número de assentos. O primeiro a ser apontado como um possível novo integrante desse grosso caldo que o partido pretende fazer é o deputado estadual Marquinhos Viana, totalmente descontente com o PV, partido em que é filiado e pretende sair.

“Marquinhos está esperando só a decisão da PEC da janela para poder entrar no partido. Ele é a nossa grande expectativa para se incorporar nessa bancada”, afirmou.
Já sobre a combinação política e Carnaval, a senadora respondeu que os temas políticos não podem sobrepor a folia. “Espero que a eleição municipal não perturbe o Carnaval, pois, como sempre, o Carnaval da Bahia será de paz e alegria. O poder público tem que ser facilitar daquilo que já é produção de Carnaval por um todo”, disse.
Indagada sobre as articulações da possível pré-candidatura socialista a prefeitura da capital baiana, a socialistas tangenciou. “Isso é tudo muito pré, pré vai ser debatido”, encerrou. 
Fonte: Bocão News

sábado, 30 de janeiro de 2016

Inema aponta 52 praias impróprias para banho em Salvador e Lauro de Freitas

Inema aponta 52 praias impróprias para banho em Salvador e Lauro de Freitas
Foto: Reprodução/ Aratu Online
Boletim divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), divulgado na sexta-feira (29), aponta que 37 praias em Salvador e 15, em Lauro de Freitas, estão impróprias para banho neste final de semana.  De acordo com o G1, o Inema chama atenção para que os banhistas evitem a praias de Periperi (na saída de acesso à praia após travessia da via férrea), Penha (situada em frente à barraca do Valença), Bogari (em frente ao Colégio da PM) e Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família). Deve-se evitar ainda as praias de Roma (Rua Prof. Roberto Correia), Canta Galo (rua Agrário Menezes), Amaralina (no fundo da Escola Cupertino de Lacerda e em frente à rua do Balneário), Pituba (rua Paraíba e atrás da Praça), Armação (em frente ao Hotel Alah Mar), Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao Posto Salva Vidas), Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares) e Buraquinho (200m da foz do rio Joanes). A praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais. No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, o que pode causar doenças.

PT vai ao STF contra decreto de Dilma sobre dívidas, diz colunista


O Partido dos Trabalhadores (PT) moveu uma ação de inconstitucionalidade contra o decreto do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) que fixou as regras para a renegociação das dívidas de Estados e municípios. As informações foram publicadas pela coluna Radar Online, da revista Veja.
 
Ainda segundo a publicação, várias prefeituras e estados já tinham ido ao STF contra a norma, especificamente contra o dispositivo que determina que, para fazer jus à renegociação das dívidas, prefeituras e governos têm de abrir mão de todas as ações anteriores sobre o tema.
 
O partido entrou com uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), e não uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). Mesmo estranhando o instrumento escolhido, a ministra Cármen Lúcia, que está no plantão, concedeu a liminar, uma vez que nesta sexta se encerra o prazo para que os entes peçam a renegociação.
Fonte: Bocão News

Jovens maragogipanos estudantes do IFBa solicitam apoio para evitar desistência

Alunos do IFBA, Instituto Federal Da Bahia, que residem na cidade de Maragogipe se preocupam com o ano letivo de 2016!! Uma das suas maiores preocupações é a falta de locomoção até o Campus, que se localiza na cidade de Santo Amaro, que fica a certa de 64 Km.

As dificuldades de locomoção têm sido um dos maiores obstáculos que temos enfrentado ultimamente. Enquanto alguns desses alunos vivem esse dilema por, no mínimo, dois anos. Outros estudantes que passaram em processos seletivos passados, acabaram por desistir justamente por conta disso. 

"nós, que ainda estamos cursando no IFBA – Campus Santo Amaro, vivenciamos isso diariamente. Além disso, ficamos triste em saber que mais cidadãos maragogipanos estão interessados em uma boa educação, pesando nem um futuro acadêmico melhor, mas acabam desistindo por conta das dificuldadese inseguranças relacionadas ao transporte, ou condições suficiente para bancá-las. Às vezes, precisamos ficar no Campus à tarde para fins acadêmicos, o que gera, além do transporte, o custo de alimentação. Isso sem mencionar as aulas durante o sábado." relatou um aluno.

Há pouco tempo, mais estudantes do município participaram do processo seletivo e aguardam o resultado, mas, e se também acabarem desistindo por conta dos mesmos motivos supracitados? Infelizmente, isso é um pouco desanimador, inclusive para os que pensam em realizar a prova futuramente.

"Em nome de todos os atuais estudantes do IFBA e daqueles que pretendem cursar na mesma instituição, queremos alertar as autoridades responsáveis as dificuldades enfrentadas, e que, consequentemente, acaba dificultando também em seus rendimentos acadêmico." falou outro aluno.

Vale ressaltar que alguns alunos já foram a Prefeitura de Maragogipe, dentre outras instituições na tentativa de conseguir apoio nesta luta, mas infelizmente, nem obtiveram resposta. Segue em anexo o documento. Clique na imagem para ampliar.

O que esses alunos desejam é apenas compreensão e apoio.

Uma resposta direta à senhora Ana Paula, assessora da gestora Vera da Saúde

Sobre o comentário de Ana Paula pessoa que respeito muito, só tenho a dizer que a diferença entre a mentira e a verdade, são os fatos, onde o amigo Zevaldo já expôs muito bem no texto abaixo, no mais estamos a disposição para sempre debater o contraditório, porque a politica passa, mais as amizades devem sempre continuar.  




Abaixo deste comentário postado na página do facebook de Ana Paula - Assessora da atual gestão, existia uma foto com vários músicos maragogipanos que nesta postagem eu me reservo o direito de não publicar, devido o respeito que tenho com cada músico presente na foto e na sociedade maragogipana.

Assim como, emitimos uma resposta direta para a assessora Ana Paula que acusou o Blog do Zevaldo Sousa e o Blog do Enádio Careca de disseminar mentiras e calúnias.

Neste caso especial em que os músicos de Maragogipe não receberam seu pagamento desde o último Carnaval de Maragogipe, realizado em 2015, tanto o Blog do Zevaldo Sousa quanto o Blog do Enádio Careca publicaram uma entrevista com músicos locais: GegêMarivaldo e Dô Alves que assumiram total responsabilidade pelo que falaram na entrevista. Gostaria apenas de salientar que na foto postada pela Prefeitura, estes três músicos não estavam presentes. Gostaria de salientar também que o Blog do Zevaldo Sousa apoia incondicionalmente os músicos em questão. Tanto os três reclamantes, quanto os outros músicos que continuam sem receber seu devido cachê, como consta na matéria publicada pela Prefeitura de Maragogipe e que fizemos questão de divulgar também pois acreditamos que este deve ser o princípio básico do direito de resposta.

Sei que atualmente a Prefeitura de Maragogipe só tende a reclamar da população, devido o fato de não prestar os serviços essenciais. Falta tudo no município, inclusive, a valorização dos músicos locais que precisam aguardar meses e até anos para receber uma determinada quantia.

Se a atual gestão entende que ela não tem culpa do fato dos músicos locais não receberem seu devido cachê, e entende que a responsável direta é a tal empresa Pau Viola e a Secretaria de Cultura do Estado, então a Prefeitura de Maragogipe não é solidária como diz a matéria, pelo contrário, ela é omissa quando não agiu de forma enérgica com relação ao caso.

Que pena. mas necessitou a publicação da matéria que a senhora chama de caluniadora e mentirosa para a Prefeitura de Maragogipe agir. Aguardamos ansiosamente que o caso seja urgentemente sanado, pois todos os músicos de Maragogipe merecem o devido respeito. Não há necessidade nenhuma de chegar a este ponto em que estamos, nem muito menos de acusar os dois blogs de mentirosos e caluniadores.

Se praticamos algum crime, então, que respondamos diretamente na justiça. Estou disposto a fazer isso perante o tribunal. Não tenho medo de censuras nem muito menos de ameaças.

Maragogipe precisa de valorização. Os músicos de Maragogipe precisam ser valorizados. E tenha certeza que este Carnaval assim como outros eventos de Maragogipe só resistem por causa destes guerreiros que tem a opção de tocar ou não. Essa é a vontade deles. Manifestar a sua arte, a cultura de Maragogipe e a sua história.

Parabéns a todos os artistas do município de Maragogipe. Lutem pelo que é de direito de vocês e continuem expondo o que vocês consideram como mazelas e malefícios de qualquer que seja a gestão.

Finalizo dizendo que sempre publico a verdade. Doa em quem doer. E para que a senhora não fique sem o direito de resposta, deixamos o espaço aberto. Tenha certeza que não modificarei nenhuma vírgula que a senhora escrever, mas me reservarei no direito de continuar o debate e de manter a população informada.
Fonte: Blog do Zevaldo

Prefeitura de Maragogipe e músicos locais se reúnem com representante do Estado

Prefeitura de Maragogipe e músicos locais se reúnem com representante do Estado

Em reunião realizada na Secretaria de Cultura do Estado, que contou com a presença do Chefe de Gabinete Cláudio Melo, representando a SECULT, uma comissão de músicos de Maragogipe composta pelos artistas Renir Casais, Val Rebouças, Edson Soares, Ronaldo Luiz e Badaró da Charanga Popular, acompanhados do Chefe de Gabinete da Secretaria de Cultura de Maragogipe, Walney de Sousa, que representou a Prefeita Vera Lúcia, na ultima terça-feira (26/01), pôs fim a uma polémica que vem se arrastando desde o Carnaval de 2015, quando esses artistas que tocaram e abrilhantaram a festa, não receberam o cachê a que tinham direito.

Na oportunidade eles puderam ouvir do representante do Estado, que a prefeitura de Maragogipe está totalmente isenta de responsabilidade no que diz respeito ao pagamento dos cachês, já que a Produtora Pau Viola, contratante desses músicos, não efetivou a quitação do valor devido por não ter recebido o repasse do Estado através da SECULT.

Fica assim esclarecido que a Prefeitura de Maragogipe, assim como os músicos que trabalharam, e de quem ela é solidária, também busca uma solução definitiva para o impasse estabelecido. Salienta-se também que a Prefeitura jamais abriu mão de suas responsabilidades e compromisso com qualquer fornecedor de serviços, até por entender a sua importância para a economia da cidade de Maragogipe.

Deste modo, a Prefeitura reitera a sua disposição de continuar cobrando do Estado, ao lado dos músicos de Maragogipe, o valor devido. O Estado, por sua vez, através do seu representante legal, presente na reunião, garantiu que todos os esforços serão feitos para uma rápida solução.

Fonte: Ascom / Prefeitura de Maragogipe via Facebook

Jorge Portugal diz que reabertura da Concha terá 'mistura nacional, local e internacional'

Jorge Portugal diz que reabertura da Concha terá 'mistura nacional, local e internacional'
Foto: Jamile Amine / Bahia Notícias
Diante das especulações sobre a programação musical na reabertura da Concha Acústica do Teatro Castro Alves, o secretário de cultura da Bahia, Jorge Portugal, presente durante a apresentação do esquema de segurança do Carnaval de Salvador, tenta manter o sigilo. “Não me pergunte sobre programação, porque nem sob tortura você vai me tirar”, disse Portugal, justificando o silêncio pelo fato de o governo ainda não ter formalizado as contratações. Existe a especulação de que nomes como Maria Bethânia, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Novos Baianos poderiam se apresentar na reabertura, prevista para os dias 13, 14 e 15 de maio(clique aqui), mas o secretário não confirma. “Está morna, ainda não está quente”, brinca, ao ser perguntado sobre a possibilidade destas atrações integrarem a reabertura da Concha. Apesar disso, Portugal contou que “vai haver uma mistura nacional, local e até internacional”  e que o anúncio oficial será feito após o carnaval. O secretário disse ainda que vários artistas estão interessados em participar do evento. “O mundo inteiro quer vir inaugurar a Concha, temos recebido muitas ligações. Então temos que fazer uma programação que contemple ao menos os Crème de la crème”, afirma.
Fonte: Bahia Noticias

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Palco do Rock terá investimento de R$ 80 mil do governo estadual, diz Bahiatursa


Tradicional evento alternativo de Salvador, que ocorre de sábado à terça de Carnaval, o Palco do Rock contará nesta edição com uma injeção de R$ 80 mil destinados à sua produção. Antes de responsabilidade da Secretaria de Cultura (Secult), a festa da 'turma de preto' passa este ano a ser amparada pela Bahiatursa.
"Eles fizeram a solicitação e a gente aprovou. Estamos agora aguardando os trâmites burocráticos para poder concretizar o patrocínio", disse o diretor superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado, ao Bocão News. Segundo ele, o valor de R$ 80 mil representa "um upgrade para o projeto". O valor corresponde aos custos com as atrações, enquanto que a Prefeitura de Salvador arca com a estrutura, conforme explicou Diogo. Em 2015, o valor cedido foi de R$ 50 mil.
"O Palco do Rock foi abraçado este ano pela Bahiatursa, Diogo Medrado está dando 'mamadeira' ao pessoal do rock", brincou Jorge Portugal em entrevista, destacando o caldeirão cultural baiano que atende todos os ritmos.
De acordo com o anunciado pelo Governo do Estado na manhã desta quinta-feira (28), os investimentos no Carnaval serão bancados por empresas privadas. Assim como no ano passado, o evento será realizado no Jardim de Alah, orla de Salvador.
Fonte: Bocão News

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Governo reativa 'Conselhão' nesta quinta, com medidas para reativar economia

Governo reativa 'Conselhão' nesta quinta, com medidas para reativar economia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, conhecido como “Conselhão”, será reativado nesta quinta-feira (28) e receberá sugestões para reativar a economia. O colegiado será composto por 47 empresários e 45 representantes da sociedade civil e de centrais sindicais. Segundo informações da Agência Brasil, apesar da ideia de ouvir os conselheiros, a previsão é de que a área econômica anuncie medidas de estímulo ao crédito e ao aumento de exportações. Há expectativa também de escolher oito conselheiros para fazer intervenções como Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Luiza Trajano (Magazine Luiza), Miguel Torres (Força Sindical) e Vagner Freitas (CUT), entre outros. O ministro chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, fará o discurso de abertura, convocado pela presidente Dilma Rousseff para organizar a reativação do Conselhão. Outros cinco ministros falarão na abertura do conselho: Nelson Barbosa (Fazenda), Alexandre Tombini (Banco Central), Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Kátia Abreu (Agricultura) e Valdir Simão (Planejamento). Tombini abordará a importância da política monetária, enquanto Nelson Barbosa deve anunciar medidas tópicas para reativar a economia e destacar a necessidade da aprovação de projetos de impacto econômico no Congresso Nacional, como a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e a Desvinculação de Receitas da União (DRU).
Fonte: Bahia Noticias

Governo garante mais de 60 atrações sem cordas no Carnaval e Maragojipe será uma dessas cidades

Portugal destacou ainda o investimento no chamado Ouro Negro, que reunirá 94 entidades e blocos afros

Foto: Gov BA
Governador Rui Costa
O folião pipoca é o grande destaque do Carnaval 2016 e, por isso, o Governo da Bahia programou diversas atrações gratuitas em todos os circuitos da folia. A essência da festa de rua, democrática e para todo mundo, será resgatada com 63 atrações em trios sem cordas no Campo Grande e na Barra. Quem for ao Pelourinho, vai participar de uma grande homenagem ao Samba - com mais de 220 apresentações - e assistir a uma série de manifestações culturais que só a folia do Pelô pode oferecer na capital baiana.
 
O Carnaval também vai ser uma festa segura e com ações de responsabilidade social no que depender das iniciativas do Governo do Estado, que vai promover a folia na capital e em 16 cidades do interior: Juazeiro, Lapão, Maragojipe, Porto Seguro, Conde, Cairu, Rio de Contas, Barreiras, Ilhéus, Itacaré, Madre de Deus, Palmeiras, Prado, Salinas da Margarida, Uruçuca e Valença.
 
Em Salvador, para garantir a proteção dos jovens, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) coloca em prática mais uma vez o Observatório de Violação de Direitos de Crianças e Adolescentes.

As ações visam atender às vítimas de exploração pelo trabalho infantil, especialmente no comércio informal de bebidas, material reciclável, trabalho degradante (cordeiros), exploração sexual, violência familiar ou institucional e os apreendidos pelos órgãos de segurança pública por cometimento de atos infracionais no circuito da festa.
 
Com o objetivo de evitar danos à saúde causados por uso de substâncias psicoativas, os foliões serão abordados com a oferta de água mineral, escuta qualificada e encaminhamento, quando necessário. Um plantão integrado, envolvendo Conselho Tutelar, Ministério Público, Defensoria Pública, delegacias especializadas, equipes técnicas da SJDHDS, Cedeca e outros órgãos que compõem o Comitê de Proteção, funcionará durante o Carnaval, em regime de 24 horas, para atender demandas das equipes volantes e dos órgãos de proteção e defesa.
 
Um outro projeto vai dar atenção especial às mulheres vítimas de violência, através de ação desenvolvida pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM). Durante a folia, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Brotas, contará com auxílio da SPM, que disponibilizará uma equipe especializada para contribuir com o acolhimento das mulheres vítimas de violência. Também será realizada uma campanha de conscientização sobre violência contra as mulheres nos mais variados espaços da cidade, camarotes e circuitos oficiais do Carnaval, colocando na pauta da sociedade as questões de gênero.

Além do Carnaval de Salvador, as cidades de Ilhéus, Barreiras, Vitória da Conquista e Porto Seguro contarão com a Campanha de Enfrentamento à Violência contra a Mulher – “Vá na moral ou vai se dar mal”, que terá como madrinha Maria da Penha.
 
O Governo do Estado atuará também com serviço de enfrentamento ao racismo no Carnaval de Salvador. Entre quinta (4) e terça-feira (9) , das 14h às 22h, o Centro Nelson Mandela Itinerante funcionará na sede do Procon (Rua Carlos Gomes, 746, Centro), recepcionando denúncias e oferecendo orientação jurídica aos foliões, integrado aos órgãos da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa. As ações também serão desenvolvidas nos circuitos da festa, com campanha de sensibilização e equipes de técnicos especializados, que farão abordagem qualificada para o monitoramento das situações de violação de direito nesta área.
Continue lendo clicando em mais informações abaixo:

Comportas da Barragem de Pedra do Cavalo no Recôncavo são abertas

 Postado por Fabio Cruz 

Foto:internauta Criativaonline via Whatsap
Mesmo com as comportas abertas a medida é apenas preventiva para manter o nível da barragem em boas condições.
A Barragem de Pedra do Cavalo é uma barragem do rio Paraguaçu, que nasce na Chapada Diamantina, localizada a cerca de 2 km das sedes dos municípios de Cachoeira e São Félix e 120 km de Salvador, no estado brasileiro da Bahia. O Rio Paraguaçu (ou paraguassu) deságua no estuário da baía do Iguape no município de Maragojipe.
A barragem é operada não só pelo Grupo Votorantim, mas também faz parte dos reservatórios operados pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), que substituiu o Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ), que por sua vez substituiu Superintendência de Recursos Hídricos do Estado da Bahia (SRH) e está transferindo sua gestão para a Companhia de Engenharia Ambiental da Bahia (CERB)[1] . É uma barragem do tipo aterro e subtipos terra e enrocamento. O vertedor é de concreto com 5 comportas (sistema hidráulico).
Quem passa pela BR 101em Cachoeira, pode deparar  o fenômeno que tem mais de um ano que não é visto que é a Barragem Pedra do Cavalo  com as comportas abertas.Moradores das cidade de Cachoeira e São Felix  estão em alerta devido ao aumento do nível do Rio.
Mesmo com as comportas abertas a medida é apenas preventiva para manter o nível da barragem em boas condições.
Rio Paraguaçu esta recebendo uma grande quantidade de água com as fortes chuvas que esta vindo de Bom Jesus da Lapa, Correntina e da Chapada Diamantina. Os operadores da Barragem estão também em alerta em nosso Recôncavo Baiano esta chovendo também, as chuvas veio em boa hora, O homem do campo já estava sofrendo com a seca, com abertura das comportas várias pessoas tirar fotos e colocaram no face, um bela paisagem, para alegria de todos.

Beijos 'forçados’ no Carnaval poderão ser denunciados através do WhatsApp


Prática tradicional nos carnavais, os beijos 'forçados' ou 'roubados' são proibidos por serem interpretados pela Justiça como estupro, crime previsto no artigo 213 do Código Penal. No Carnaval de 2016, em Salvador, quem sofrer este ato poderá recorrer à tecnologia dos aplicativos para registrar o fato. 
 
A superintendente de Políticas para as Mulheres da Prefeitura de Salvador, Mônica Kalile, lembra que o crime pode render até 8 anos para o autor. "Beijo forçado é aquele que o cara pega [a mulher] na marra e beija, achando que ela está gostando. Mas aquele beijo forçado que é comumente observado no Carnaval é crime", disse em entrevista na Rádio Sociedade, nesta quarta-feira (27).
 
Ela ainda recomendou que os adeptos desse "carinho excessivo" não o pratiquem porque estarão sendo amplamente fiscalizados. Além das denúncias verbais e o auxílio de 390 câmeras nos circuitos, Kalile informa que na próxima festa momesca a Superintendência receberá reclamações através do aplicativo WhatsApp.
 
“Este WhatsApp (9 8622.5494) vai estar funcionando a partir do dia 3, quando o Carnaval se inicia e vai até o final. Qualquer cidadão, ou cidadã, poderá fazer os flagrantes, que pode ser de um beijo forçado, um esticão de cabelo, um puxão ou até um xingamento”, explicou, destacando que só em 2015 foram  784 casos registrados na festa. Para efetuar a denúncia, basta enviar foto ou vídeo indicando o local da ocorrência, que o autor será identificado e submetido à legislação, com aval do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Digal se reúne com o deputado federal Bebeto Galvão


O pré- candidato a prefeito de Maragojipe Digal se reuniu com o deputado federal mais votado na cidade nas eleições passada Bebeto Galvão, quem também participou foi o seu chefe de gabinete Alisson Gonsalves, foi pautada  a politica local estadual e federal, na oportunidade eles discutiram o futura de Maragojipe em relação ao retorno do estaleiro onde Bebeto é um lutador para que o empreendimento volte a aquecer a economia de Maragojipe,  o parlamentar   também reafirmou seu apoio e compromisso com a cidade, vejam o que ele disse:

Como muitos sabem, o município de Maragojipe sempre esteve na linha de frente das minhas prioridades. Trata-se de uma cidade que tenho uma relação muito forte, que tem no nosso mandato um instrumento sempre a disposição para lutar pelo desenvolvimento da população. E nesta quinta-feira voltei a ter uma produtiva reunião com nosso pré-candidato a prefeito Digal Vieira (PSB), liderança política que conhece como poucos a realidade local e tem sido um incansável na busca por dias melhores para a cidade. Maragojipe precisa de um melhor tratamento. Maragojipe precisa ser visto como protagonista no processo de reconstrução da economia do Recôncavo da Bahia, finalizou Bebeto.

O jovem Eduardo Souza desabafa... Maragogipe falta tudo


Por Eduardo Souza - Presidente da UJS ( União da Juventude Socialista) de Maragogipe

Nunca vi uma administração tão fracassada quanto a atual de Maragogipe. A gestora, que antes era caracterizada por operosa, vem destruindo tudo que os gestores que antecederam construíram a favor do desenvolvimento e do bem estar social do povo maragogipano.

Analiso o desempenho da prefeita Vera da Saúde, popularmente e carinhosamente conhecida pela população maragogipana, a frente do governo municipal, como um verdadeiro fracasso. Destaco a falta de planejamento em obras públicas, a falta de políticas públicas de inclusão social voltadas a juventude, desorganização administrativa, inoperância nas áreas de saúde (falta medicamentos nos postos de saúde), falta de segurança, falta de saneamento básico, a perseguição por parte da gestão aos servidores públicos, descaso na área da educação e muito mais em vários setores como a infraestrutura, cultura, esporte, ação social, dentre outras. A atual gestora está completamente perdida e desnorteada no trato da coisa pública.

Onde estão os calçamentos que iriam iniciar assim que a prefeita assumisse a cadeira? Onde está o acabamento da instituição infantil que está localizada atrás do posto Maria Preta, que foi uma obra iniciada na gestão passada?

E onde já se viu a cada reforma (pintura e troca de pisos) de uma instituição haver reinauguração? Onde já se viu exposição de fotografia do gestor nas instituições? Onde já se viu gestor municipal ir de escola em escola entregando mochila e fardamento, além de questionar as crianças: Quem deu essas fardas a vocês? E as crianças respondem: A professora!! E a gestora diz: Não, não foi a professora: Foi a prefeita! Onde já se viu um gestor não dialogar com seus servidores?

No início da administração, os maragogipanos criaram grandes expectativas na área da saúde, pois era o estilo da prefeita. No entanto, ao passar mais de ano, a cidade entrou num verdadeiro descaso. São obras paralisadas, outras inacabadas e promessas de campanha não concretizadas. Esse quadro é de frustração vivido pelo povo maragogipano, o que é totalmente desanimador, servidores perseguidos, as festas populares que eram foco de atenção dos visitantes enfraquecidas; descumprimento dos direitos dos servidores (professores sendo perseguidos). 

De acordo relato uma professora que chegou a pedir ajuda para não passar fome, por conta que seu salário foi cortado de forma grotesca, devido haver uma paralisação. Segundo o relator foi uma paralisação legal, ainda com todo embasamento jurídico, a gestora desconsiderou e cortou o salário de todos os professores que participaram do movimento desconsideradamente. Fizeram os professores chorar, sofrer!

Finalizo dizendo que é preciso que a política local conceba um novo nome, uma nova metodologia e ideologia, que venha a inovar e direcionar Maragogipe ao caminho que ela merece estar.

Por: Eduardo Souza
Fonte: Blog do Zevaldo

PRP lança Fernando Salvador como pré-candidato a prefeito de Maragogipe


Partido Republicano Progressista lançou nesta semana Fernando Salvador Rebouças Cruz Reis que é o atual presidente do partido em Maragogipe como pré-candidato a prefeito de Maragogipe. A ideia do partido é lançar um novo nome, uma nova ideia para Maragogipe.

Salvador acredita que Maragogipe e os maragogipanos estão cansados desta política aplicada no município. Uma política que não é para os maragogipanos.

"Precisamos formar um grupo forte, Somos 100% Maragogipe" disse Jerry Santana em uma rede social convocando a população para participar deste novo processo de construção.

Em breve, o nome de Fernando Salvador será lançado nas ruas. Um jornal está sendo preparado para divulgar a nova ideia.


Chegou em Maragogipe uma nova Opção!
Junte-se a NÓS!
Maragogipe, faço e farei tudo por você!

Fonte: Blog do Zevaldo

ACM Neto nomeia políticos em cargos técnicos com salários estratosféricos

Reza a lenda que para se ter um bom cargo com alta remuneração há de ser amigo do rei. Um bom exemplo é a prefeitura de Salvador. Os maiores salários giram em torno de R$ 14 e R$ 19 mil. As funções variam entre assessor especial e assessor especial do prefeito. Os requisitos para ocupação do cargo são uma incógnita, mas alguns têm ligação de amizade com Neto, com o grupo do qual ele é oriundo e outros fazem parte do rol de novos aliados. Exemplo:  ex-presidente do Sindicato dos Rodoviários e ex-deputado estadual, J. Carlos Silva rompeu com o governo do PT e se aliou a Neto. Em retribuição - ele tem votos no subúrbio -, ele virou assessor especial do prefeito, com salário de R$ 14.682,52.
Na mesma linha de beneficiar os novos aliados, o deputado estadual Alan Sanches (sem partido) teve a irmã nomeada por Neto após romper com o governo de Rui Costa. Com o rompimento, o filho de Alan, vereador Duda Sanches (DEM), pulou para a base do prefeito. Em compensação, Ana Amélia Sanches foi nomeada assessora especial da prefeitura com salário de R$ 12.278.
Ela havia sido exonerada em meados do ano passado do cargo de assessor técnica da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa). A exoneração foi um dos motivos que levaram Alan Sanches a romper com Rui.
Os agraciados pelo prefeito vão desde ex-vereador, passando por filha de deputado federal, filho de aliado e parente ‘distante’ de ACM Neto. Os dados estão disponíveis no site do Tribunal de Contas dos Municípios (www.tcm.ba.gov). Filho do ex-deputado estadual Carlos Gaban com uma prima de Neto, Luís Henrique de Magalhães Gaban é secretário particular do prefeito, cujo salário é igual ao de J. Carlos.
A filha do deputado federal Benito Gama, Taissa Teixeira Vasconcellos, foi nomeada recentemente diretora de Turismo da Prefeitura de Salvador. Antes de Benito romper com o governo do PT, Taissa era coordenadora da Superintendência de Construções Administrativas (Sucab), extinta na gestão atual.
Apesar de ter dado o cargo para o PTB, o partido no município é independente e no Estado é oposição ao governo. Entretanto, dois dos três petebistas que têm mandato, apoiam Rui Costa. São o deputado federal Antônio Brito e o vereador Edvaldo Brito, filho e pai. Taissa, diga-se de passagem, vai se candidatar a vereadora. Nas urnas vai usar o sobrenome do pai.
A lista de beneficiado pela generosidade do prefeito continua. Filho da ex-prefeita de Candeias e ex-deputada federal, Tonha Magalhães, Junior Magalhaes abandonou, por ora, as pretensões políticas ligadas ao Legislativo. Ele foi deputado estadual por dois mandatos e já disse que não pretende retonar à Assembleia Legislativa. Junior Magalhães, nomeado assessor especial do prefeito, coordenou o programa ‘Ouvindo Nosso Bairro’. O salário é de R$ 18.639.

Ex-vereadores ganham cargos
O ex-presidente da Câmara Municipal, Pedro Godinho (PMDB) não conseguiu se reeleger, mas foi agraciado com o cargo de assessor especial na gestão de Neto com salário de R$ 14.683. O também ex-vereador Wanete Carvalho ganhou cargo de gerente regional e recebe mensalmente R$ 8.400.
Ex-candidato a vice-prefeito na chapa de Mário Kertész, Nestor José Maria Neto é mais um assessor especial do prefeito. Recebe, segundo dados disponíveis no site do TCM, R$ 19.493, para exercer o cargo de diretor geral de Acompanhamento das Ações da Secretaria de Saúde. Nestor é do PMDB e vai disputar uma cadeira na Câmara de Vereadores nas eleições deste ano.
Filho do Bispo Átila Brandão, o pastor Átila Brandão Junior recebe R$ 18.892 para desempenhar a função de assessor especial da subchefia de gabinete do prefeito de Salvador.  O Bispo Atila apoiou de forma direta a candidatura de ACM Neto em 2012.
Ex-vereador e ex-secretário de Saúde do então prefeito João Henrique, o ortopedista Gilberto José é assessor especial do prefeito, cujo salário é de R$ 14.683.
Aliado de décadas do carlismo, o ex-vereador Antônio Lima não foi alcançado pela generosidade de ACM Neto, quando comparado a outros nomes. Nomeado como assessor especial, Lima recebe mensalmente R$ 8.400.
Quando assumiu a prefeitura, o prefeito ACM Neto disse que ia priorizar a competência técnica na montagem de sua equipe.

OUTRO LADO
Em nota enviada ao Bocão News, a Agência de Comunicação da Prefeitura (Agecom) afirma que o prefeito ACM Neto tem “pautado a sua gestão pela competência e pelo cuidado com o dinheiro público”.
Segundo a nota, as nomeações de assessores especiais foram feitas “dentro do critério de resolver problemas sérios da cidade em regiões que esses profissionais têm conhecimento e exercem suas respectivas tarefas com presteza e dignidade”.
A Agecom criticou o uso da palavra estratosférica no título da matéria. Para a comunicação da prefeitura, chamar de estratosférico salários que variam entre R$ 14 e R$ 19 mil é “sensacionalismo e uma tentativa de desgastar a imagem da Prefeitura”.
Fonte: Bocão News

Troca de comando no Detran não foi informada ao governo e nem a quadros do PTN

Troca de comando no Detran não foi informada ao governo e nem a quadros do PTN
Foto: Reprodução/ Bahia No Ar
Já dada como certa pelos dirigentes do PTN, a troca de comando no Detran (veja aqui) não foi acertada ainda com o governo do Estado e nem foi comunicada a quadros do partido na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Salvador. De acordo com o secretário de Relações Institucionais da Bahia, Josias Gomes, “tudo está em aberto” e uma reunião entre Rui Costa e o deputado federal João Carlos Bacelar deve ser feita para ajustar os pontos da história. “Essa discussão de troca é sempre feita com o governador. Afinal, é ele que tem a incumbência de colocar e tirar. O PTN ainda não teve conversa com Rui neste sentindo, então, tudo está aberto”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda na manhã desta quarta-feira (27), durante a coletiva da segurança pública do carnaval, o próprio governador disse não saber de nada. “Eu não estou sabendo de nada. Eu não tenho essa informação [de troca de comando]”, despistou. Em reservado, membros do partido disseram que a possível de Bacelar do Detran é fruto da “falta de habilidade”, aliada a um individualismo que incomodava não só o PTN, mas partidos da base que apoia o PT no estado.
Fonte: Bahia Noticias

Ricardo Machado aposta na impunidade, diz vereador

Em entrevista ao apresentador Zé Eduardo, na manhã desta quarta-feira (27), o vereador da cidade de Santo Amaro, Justino de Oliveira (PSD), afirmou que o prefeito da cidade, Ricardo Machado (PT), envolto em uma série de polêmicas, ‘vem desafiando a Justiça’. “Ele aposta na impunidade. Mas temos um promotor do MP que vem dando ouvidos as nossas denúncias. Ele vem vendo como está a situação da cidade. Vive implantando terro através de um chefe de segurança dele. As pessoas vivem assustadas com represálias”, disse em entrevista na rádio Metrópole.
 
O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça João Paulo Schoucair, ajuizou na segunda-feira (25) uma ação civil pública cautelar com pedido liminar contra o prefeito de Santo Amaro, Ricardo Jasson Magalhães Machado do Carmo.
 
Na ação, o promotor de Justiça informa que foram constatados atrasos em diversas obras do Município, o que causou danos aos cofres públicos. De acordo com ele, “foi evidenciada a existência de 20 obras públicas com expectativa de conclusão para o ano de 2015, abraçando o montante de mais R$ 66 milhões por algumas empresas. Entretanto, há um significativo retardo temporal nas obras, o que ocasionou um incremento contratual estimado em mais de R$ 3,5 milhões”.
 
O atraso ocorre com potencial dano ao erário, explica João Paulo Schoucair, acrescentando que a Promotoria de Justiça verificou ainda que o Município utilizou bens públicos para realizar obra que já havia sido devidamente licitada pelo valor de quase R$ 1,5 milhão, com previsão de entrega para junho de 2014.
 
Além disso, retomou com a própria estrutura administrativa algumas obras paralisadas, que deveriam ser concluídas pelas empresas. O promotor de Justiça solicitou o afastamento cautelar do prefeito pelo prazo de 180 dias e a decretação de medida liminar de indisponibilidade dos seus bens até o limite de R$ 5 milhões.
Fonte: Bocão News

Prefeito de Santo Amaro tem mandato cassado por compra voto, diz TRE

Decisão foi divulgada no Diário Oficial do TRE-BA na segunda-feira (25).
Cassação do mandato de vice-prefeito também foi determinado pela Justiça

Nota pública que a prefeitura de Santo Amaro publicou em rede social (Foto: Reprodução/ Facebook)Nota pública que a prefeitura de Santo Amaro publicou em rede social (Foto: Reprodução/ Facebook)







A Justiça determinou a cassação do prefeito Ricardo Jasson Magalhães do Carmo (PT) e do vice-prefeito Leonardo Araújo Pacheco Pereira (PSB), de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano. A decisão foi publicada na segunda-feira (25), no Diário Oficial do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA).
Conforme a decisão da 178ª Zona Eleitoral, os dois gestores são acusados de cometer atos ilícitos em 2012, como corrupção eleitoral por captação ilícita de voto e abuso de poder político e econômico. De acordo com o TRE, entre as fraudes cometidas pelos gestores está captação de servidores da prefeitura para que fossem em residências de famílias de baixo poder aquisitivo, cadastrando-as e doando R$ 40 para essas famílias, em troca de votos.
Por meio de nota publicada em uma rede social da prefeitura, o gestor municipal disse que os advogados estão trabalhando para que a decisão seja revista, já que ele não teve a oportunidade de produzir sua defesa plena. Disse ainda que está confiante de que a defesa esclarecerá pontos que estão obscuros no processo.
Ainda de acordo com a decisão, os dois estão inelegíveis por oito anos e foram condenados a pagar uma multa no valor de R$ 20 mil. Os dois ainda podem recorrer da decisão.
Fonte: G1